FALTA DE AR (DISPN…IA)

A falta de ar é chamada pelos médicos de dispnéia.

Diferentes sensações são percebidas por quem tem dispnéia, à semelhança de quem sente dor. Algumas pessoas sentem que não conseguem ar suficiente para encher os pulmões, outros uma sensação de aperto no peito; em outros há uma sensação de respiração rápida ou superficial ou ainda de respiração trabalhosa ou que exige maior esforço. Muitas pessoas dizem que não tem falta de ar, mas têm um cansaço exagerado.

Muitas vezes a falta de ar piora com os esforços, ou à noite, quando se deita. Outros sintomas, como tosse, dor no tórax ou febre podem acompanhar a dispnéia. Se você tem quaisquer destes problemas, procure um médico.

O que causa falta de ar?

Existem muitas causas para a falta de ar. Se ela for súbita e intensa, procure uma emergência. A dispnéia crônica é causada principalmente por doenças do pulmão e do coração. As causas mais comuns são:

Que testes são feitos para investigar a dispnéia?

No consultório o médico irá fazer um questionário detalhado e um exame físico. Alguns exames podem ser pedidos. Para achar a causa da falta de ar os exames básicos são a radiografia de tórax, um hemograma para ver anemia, o eletro e o ecocardiograma para avaliação do coração e um teste de função pulmonar, que irá medir a capacidade respiratória. A quantidade de oxigênio do sangue pode ser estimada por um oxímetro de dedo.

Depois destes exames básicos, a causa da falta de ar será esclarecida na maioria dos casos. Se a causa ainda permanecer incerta, o melhor a fazer a seguir é um teste de exercício, chamado ergoespirometria. Os pulmões e o coração são sobrecarregados ao máximo, o que dá pistas importantes sobre as possíveis causas que devem ser a seguir investigadas.

<< voltar